Total de visualizações de página

quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

URGENTE: MADURO LOTA AVIÃO RUSSO COM 20 TONELADAS DE OURO E A QUALQUER MOMENTO PODE ESTÁ DEIXANDO O PAÍS, A DENUNCIA FOI FEITA POR FUNCIONÁRIOS DO BC VENEZUELANO





Na última segunda (28), uma aeronave da Nordwind Airlines, operadora russa de voos particulares (passageiros e cargas) pousou em Caracas, capital da Venezuela

A sede da companhia fica em Moscou e o porta-voz da empresa não quis comentar o assunto.

José Guerra, deputado da Assembleia Nacional da Venezuela, declarou que o Boeing 777 chegou ao país levar 20 toneladas de ouro dos cofres do Banco Central (BC) venezuelano.

Funcionários do Banco Central entraram em contato a Assembleia Nacional e denunciaram que uma grande quantia de ouro estaria sendo preparada para transporte.

Em uma postagem feita no Twitter (abaixo), o perfil oficial da Assembleia pede explicações oficiais ao presidente do Banco Central, Calixto Ortega.

“Exigimos ao BC detalhes do ocorrido. Esse ouro não é do Calixto Ortega, é do povo venezuelano”

Simon Zerpa, ministro das Finanças de Nicolás Maduro, também não quis comentar o assunto e chegou inclusive a negar que uma aeronave russa havia pousado na Venezuela.

As 20 toneladas de ouro estão avaliadas em aproximadamente 9 bilhões de dólares (R$ 33 bilhões) e corresponde a 1/5 dos ativos da Venezuela.


UNIÃO EUROPEIA RECONHECE JUAN GUAIDÓ COMO NOVO PRESIDENTE INTERINO DA VENEZUELA, A DECISÃO OCORREU DEPOIS QUE MADURO REJEITOU A IDEIA DE ABRIR NOVAS ELEIÇÕES NO PAÍS



Bruxelas – O Parlamento Europeu reconheceu nesta quinta-feira Juan Guaidó como presidente interino legítimo da Venezuela, após constatar que o presidente do país, Nicolás Maduro, “rejeitou publicamente a possibilidade de realizar novas eleições presidenciais” após o ultimato da União Europeia. Abaixo, veja o momento do anúncio.



O movimento não é uma surpresa. Há dias a União Europeia pressiona Maduropara que convocasse novas eleições gerais, sob o risco de o bloco formalmente apoiar Guaidó na posição de presidente interino. O chavista, contudo, resistiu, sinalizando estar disposto apenas a convocar uma eleição legislativa.

Guaidó se autoproclamou presidente interino da Venezuela em 23 de janeiro, dias depois de Maduro começar um novo mandato como presidente, e um que veio após uma vitória eleitoral em 2018 que foi contestada pela oposição. Desde então, a comunidade internacional segue pressionando o chavista. Nesta semana, o presidente americano, Donald Trump, parabenizou o chefe da Assembleia Nacional da Venezuela pela atitude.

Na Venezuela, a população não é unânime quanto ao posicionamento de Guaidó. Segundo pesquisa realizada na semana passada no país, 39% dos venezuelanos apoiam o chefe da Assembleia Nacional como presidente interino, mas 32% disseram não saber se apoiam ou não. Apesar dessa divisão, 78% querem Maduro fora da presidência.


Fonte: Exame

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

GOVERNADOR DE SANTA CATARINA FILIADO AO PSL ASSINA DECRETO QUE RETIRA ICMS DE MEDICAMENTOS USADOS NO TRATAMENTO DE DOENÇA CONHECIDA COMO "AME"



O governador Carlos Moisés da Silva assinou na tarde desta segunda-feira o decreto que retira o ICMS do valor do medicamento spinraza, usado para o tratamento da atrofia muscular espinhal (AME). A doença atinge crianças em Santa Catarina e o remédio é considerado de alto valor. Sem o imposto, o custo diminui.

Na semana passada, a coluna publicou que o governo estudava como prorrogar a isenção que estava em vigência até 31 de dezembro de 2018. Moisés publicou em suas redes sociais a foto acima e escreveu: "Sancionamos o decreto de número 8/2019 que garante acesso mais barato ao medicamento Spinraza - indicado para o tratamento da AME, a Atrofia Muscular Espinhal".

No ano passado, o Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) havia autorizado a retirada do valor sobre o cálculo da medicação através de dois convênios: o 84/2018 e o 96/2018. O primeiro tinha validade até dezembro do ano passado, enquanto o segundo estendia o benefício a partir de 1º de janeiro de 2019. Medida provisória editada em setembro por Eduardo Pinho Moreira previa a isenção atrelada ao convênio 84/2018. Com isso, o valor voltou a ser cobrado.

O decreto assinado por Moisés tem prazo indeterminado.


Fonte: NSC Total

ELE MANDA! GOVERNO DO ESTADO PASSA CONSTRANGIMENTO EM REUNIÃO COM OS DEPUTADOS



A governadora Fátima Bezerra recebeu hoje os deputados estaduais. Explicou a situação do Estado, relatou as dificuldades e depois começou a falar que o orçamento era fictício, excesso de arrecadação e poucas despesas.

Foi quando o deputado Getúlio Rego pediu a palavra.

Getúlio disse que o orçamento 2019 tinha sido relatado por Fernando Mineiro, o orçamento foi aprovado da forma que Mineiro quis.

Um silêncio constrangedor na sala.

Até para terceirizar a culpa a governadora começa a ter dificuldade.


terça-feira, 29 de janeiro de 2019

LULA SERÁ POSSIVELMENTE INDICADO AO NOBEL DA PAZ E JUNTO COM ELE, EM SUAS MEMÓRIAS IRÃO JUNTOS, CHE GUEVARA, MAO TSE-TUNG, FIDEL CASTRO, KHOMEINI E UM MEMORÁVEL ALEMÃO



O ex-presidente Lula é um dos possíveis nomes que será indicado ao Prêmio "Nobel da paz". O PT tem feito campanhas via redes sociais, com abaixo-assinado, com correlegionários do partido, simpatizantes da esquerda, com líderes da esquerda mundial (não todos) e com representantes dos direitos humanos.

Um fato contraditório que ainda não foi apresentado pela mídia ou outros meios de comunicação é de que o ex-presidente do Brasil, Luís Inicio Lula da Silva, ser simpatizante de "governos revolucionários e sanguinários" que fizeram mudanças no mundo, mas por meio de muito sangue derramado.

Dentre estes estão, Adolf Hitler, Che Guevara, Mao Tse-Tung, Fidel Castro, Ruhollah Khomeini. São governos e ditadores que juntos, segundo à história, dizimaram mais de 100 milhões de pessoas no mundo. Estes também pregavam a paz entre as nações, pregavam o bem comum de todos e defendiam a liberdade (contraditório) e a democracia.

Torna-se uma UTOPIA indicar alguém fanático por governos ditatoriais, mas bem compreensível, tratando-se de líderes populistas que sempre usaram "a pobreza e a miséria" causada por eles próprios, como um ato revolucionário e desafiador para gerar a paz. Exemplos? "O Brasil de Lula, a Venezuela de Maduro, a Cuba de Fidel, o Irã de Khomeini, a China de Mao Tse-Tung e a Alemanha de Hitler. 


Por Wilson Lima


RN DE FORA. DE ACORDO COM O O GOVERNO FEDERAL, A REFORMA DA PREVIDÊNCIA SERÁ O MELHOR CAMINHO PARA O EQUILÍBRIO DAS CONTAS DO ESTADO.



O Rio Grande do Norte não receberá ajuda financeira do Tesouro Nacional. O secretário da pasta, Mansueto Almeida, explicou que estados que decretaram situação de calamidade financeira, como Goiás, Mato Grosso, Roraima e o próprio RN, não serão contemplados, apenas receberão um auxílio técnico para traçar programas de ajuste fiscal e de melhorias de gestão.

De acordo com Almeida, a aprovação da reforma da Previdência representa a melhor possibilidade de que esses estados reequilibrem suas finanças. Isso porque a maior parte dos gastos locais está nas despesas com o funcionalismo local. “Os governadores estão querendo aprovar a reforma da Previdência. Dois terços dos inativos dos estados se aposentam, em média, aos 49 anos de idade”, disse o secretário.

Na segunda-feira, 28, o Tesouro Nacional revelou que a ajuda aos estados com problemas financeiros terá impacto de R$ 127,4 bilhões sobre a Dívida Pública Federal de 2019 a 2022. Do total, R$ 95,4 bilhões correspondem ao que a União deixará de receber com os programas de renegociação e com liminares na Justiça. Os R$ 32 bilhões equivalem às garantias que o Tesouro terá de executar de estados que derem calote.

De 2016 a 2018, as sucessivas ajudas financeiras aos estados deram prejuízo de R$ 82 bilhões à União. Do total, R$ 71,4 bilhões representam o que o Tesouro deixou de receber dos estados que renegociaram os débitos e R$ 10,6 bilhões correspondem às garantias honradas pelo governo federal.

Os números foram apresentados por Almeida, que divulgou o Plano Anual de Financiamento (PAF) para a dívida pública em 2019. Segundo os técnicos do órgão, o dinheiro que a União deixa de receber dos estados e a execução de garantias da União podem se refletir tanto no aumento da dívida pública como na redução do colchão da dívida pública (reserva financeira de segurança do Tesouro).

Recuperação fiscal

O Tesouro Nacional informa que os cálculos incluem a possibilidade de Minas Gerais e do Rio Grande do Sul de ingressarem no regime de recuperação fiscal, como o estado do Rio de Janeiro. Segundo Almeida, os dois estados estão em negociações para mudarem a forma como registram as despesas com pessoal para apresentarem um plano de ajuste ao Tesouro Nacional e negociarem a adesão ao programa de socorro financeiro.

“Minas Gerais está construindo esse plano de ajuste e deve trazer a proposta em fevereiro. A partir daí, tem período de negociação. O Rio Grande do Sul, possivelmente em algum momento, vai apresentar o plano deles”, disse Almeida.

Socorro financeiro

Desde 2016, a aprovação de três leis complementares diminuiu o montante financeiro que a União recebe dos estados. A primeira, a Lei Complementar (LC) 148 trocou os indexadores das dívidas dos estados. Aprovada em 2014, essa lei só entrou em vigor no início de 2016. A LC 156, de 2017, alongou em 20 anos o prazo da dívida dos estados, com suspensão do pagamento do serviço da dívida por seis meses.

Por fim, a LC 159, também de 2017, instituiu o regime de recuperação fiscal, que prevê a suspensão do pagamento das parcelas das dívidas por três anos em troca de um programa de ajuste fiscal dos governos locais. Até agora, apenas o estado do Rio de Janeiro cumpriu os requisitos para aderir ao programa.

O governo federal também deixa de receber recursos dos estados por causa de liminares concedidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a unidades da Federação com dificuldades financeiras, como Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

As garantias honradas representam o valor que o Tesouro cobre de estados que pegam dinheiro emprestado com bancos e ficam inadimplentes. Tradicionalmente, a União desconta, dos repasses do Fundo de Participação dos Estados, a quantia gasta para executar as garantias.

No entanto, uma série de liminares impede a retenção dos recursos, assim como a adesão de estados ao regime de recuperação fiscal. Nesses casos, a União desembolsa recursos da conta única do Tesouro sem contrapartida, o que aumenta a necessidade de aumentar a dívida pública ou usar o colchão da dívida.

Fonte: Agora RN

URGENTE: FUNCIONÁRIA DA VALE FAZ GRAVES DENÚNCIAS SOBRE A TRAGÉDIA DE BRUMADINHO E DIZ "ELES SABIAM QUE A BARRAGEM ESTAVA COM UMA TRINCA, MAS COMPRARAM OS PAPÉIS", VEJA O VÍDEO




Em um vídeo divulgado nas redes sociais referente ao caso da barragem de Brumadinho, uma moça que se identifica como funcionaria da empresa de ticket alimentação chamada Sodexo faz uma grave denúncia.

No vídeo, a moça aparece dando entrevista para uma emissora de TV e ela faz graves revelações, dizendo que tinha visto e ouvido em uma reunião que a barragem estava com uma trinca e que todos sabiam dos riscos que a mesma estava correndo. 

Em trecho do vídeo, ela cita que "a nota tinha sido comprada" e falsificada, que os órgãos de fiscalização tinham que fiscalizar e descobrir quem comprou e quem vendeu os papeis fasificaldos. 

Em um determinado momento alguém questiona onde que ela tinha pego as informações e de forma enfática ela responde: "em uma reunião onde eu estava servindo café e ouvi diretamente de dois diretores da Vale, "Alano e Lecilda", que provavelmente os dois estejam desaparecidos. 

Aparentemente emocionada ela pede para que a repórter não apague a gravação e que passe para as autoridades, para que esse caso não fique impune. As denúncias são gravíssimas, objetivas e bem diretas.

Confira o vídeo.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

PELA PRIMEIRA VEZ EM SETE ANOS NATAL/RN REGISTRA 7 DIAS SEM HOMICÍDIOS



O mês de janeiro vem apresentando redução no número de homicídios no Rio Grande do Norte. Segundo os dados do Observatório da Violência (OBVIO), a medida diária de crimes violentos letais e intencionais (CVLI) caiu se comparado ao mesmo período de anos anteriores. Em 2018, por exemplo, neste mesmo espaço de tempo já havia ocorrido 148 homicídios (6,70% por dia), ante 86 registrados até o momento em 2019 (4,19% por dia).

Em Natal, de acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SESED), houve um período compreendido entre 19 e 25 de janeiro em que não foram registrados homicídios na capital potiguar. A última vez que isso aconteceu na cidade foi no ano de 2012, entre 7 e 13 de abril.

Diante dos dados positivos na área de segurança pública, a governadora Fátima Bezerra comemorou os resultados em entrevista nesta segunda-feira (28), ao jornal 96. “No início de nossa gestão já tivemos essa notícia positiva em relação à redução nos índices de homicídios e aqui eu tenho que destacar e agradecer o papel da segurança pública do nosso governo. Nossa equipe é muito qualificada, muito seria e dedicada. Uma equipe que tem trabalhado num clima de sintonia e entrosamento. Com planejamento, temos trabalhado de forma integrada”, comenta.


Fonte: No Minuto

CAMPINA GRANDE/PB PODE RECEBER CENTRO DE TESTES EM TECNOLOGIAS DE DESSALINIZAÇÃO



A cidade de Campina Grande, no Agreste paraibano, pode sediar um Centro de Testes de Tecnologias de Dessalinização. A ação poderá decorrer do acordo entre Brasil e Israel e é uma proposta do governo brasileiro. Marcos Pontes, atual ministro de Ciência, Tecnologia e Inovações cumpre agenda de encontros e reuniões com cientistas em Tel Aviv cujo objetivo é conhecer e identificar possíveis projetos de inovação e tecnologias de áreas diversas.

À imprensa, Marcos disse que o Centro deve desenvolver estudos precisos que apontem soluções diversas para a questão hídrica típica da região.

Após desenvolvê-los, os dados devem ser repassados ao Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

“Quem vai coordenar isso [o Centro] é o Instituto Nacional do Semiárido (Insa), que faz parte do MCTIC, junto com a Universidade Federal de Campina Grande. O centro vai testar tecnologias e aferir o gasto de energia, custo de manutenção, a vazão de água e assim por diante. O ministério será uma ferramenta para ajudar o Ministério de Desenvolvimento Regional, que é responsável por colocar em escala e garantir a segurança hídrica”, declarou.

Empresas interessadas em participar do projeto poderão, inclusive, se cadastrar no site do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações. O prazo para oficializar o interesse em participar se estende até o dia 18 de fevereiro.

“Israel é um país com quem já temos uma boa relação, é o 11º país no ranking global de inovação e aproximadamente 50% da água consumida lá vem de fontes não convencionais, como reuso e dessalinização. A missão tem uma finalidade técnica para observar tecnologias que existem lá, verificar processos de inovação que nos sejam úteis e que nós possamos estreitar essa relação para trazer benefícios para nosso país”, completou o Ministro.


Fonte: Portalt5

CASAL QUE FOI DESTAQUE EM UMA MATÉRIA DO FANTÁSTICO GANHA UMA MOTOCICLETA DE PRESENTE, MAS A PROMESSA AINDA NÃO FOI CUMPRIDA, ENTENDA ESSA HISTÓRIA



Carla Rovene e seu marido Alan Xavier enfrentam uma maratona todo dia, porque Alan pedala 36 quilômetros para buscá-la no trabalho e levá-la até o kitnet alugado onde moram. A história viralizou depois que a jovem postou uma declaração de amor e de agradecimento para o marido.

Após a postagem viralizar, Carla e Alan ganharão uma motocicleta de uma dentista que se comoveu com a história.

Em entrevista para o portal Roma News, Carla contou que fez o texto e publicou apenas para agradecê-lo. "Eu postei para agradecer. Jamais imaginei que fosse ter tudo isso", disse.

"Me sinto muito feliz em saber que as pessoas perceberam o que realmente importa", disse a mãe do Ryan, 4 anos, e Lorenzo, 1 ano.

O casal está junto há 3 anos e se conheceram através de amigos em comum, mas logo que Carla estava à espera de Lorenzo, os dois foram morar juntos.

Apesar das dificuldades que os dois passam, a jovem afirma ter aprendido lições importantes. "O amor é a coisa mas rica que uma pessoa pode ter", concluiu.

Relembre o caso

O jovem Alan Xavier pedala 36 quilômetros todo dia para buscar sua esposa, Carla Rovene, no trabalho em um restaurante no bairro de Nazaré e levá-la até o kitnet onde moram, localizado no bairro do Coqueiro, em Ananindeua. Essa história foi contada nas redes sociais por Carla e a postagem viralizou.

Carla conta nas redes sociais que a chamaram de "otária" por não ter se casado com um homem rico, mas a jovem afirma Alan a faz ser rica de tudo aquilo que o dinheiro não pode comprar. Veja na imagem:



Uma dentista comovida pela história do casal resolveu arrecadar dinheiro para comprar uma motocicleta para o casal. O relato já tem cerca de 12 mil compartilhamentos.

Retribuindo o relato amoroso da esposa, Alan também publicou em seu Facebook um breve relato em que quis que o importante para ele é saber que Carla estará segura na volta para casa.



Desfecho

A dentista que entrou em contato com o casal e disse que iria presenteá-los com uma motocicleta não retornou o contato e eles ainda não receberam nada até agora.

"Vocês que estão me perguntando sobre a moto, ainda não ganhamos", revelou Carla. "Uma dentista entrou em contato e falou que ia fazer uma arrecadação para poder juntar o dinheiro e comprar. Até então nada foi resolvido", completou.

Mas, Carla contou que estão felizes mesmo sem a motocicleta prometida. "Continuamos na bicicleta e felizes do mesmo jeito! Tudo no tempo de Deus", afirmou.

"A dentista sumiu. Continua a mesma coisa, todos dias eu continuo indo buscar ela de bicicleta", explicou Alan. "Não é qualquer marido que faz isso por sua esposa", finalizou.

VEJA O VÍDEO




Fonte: Roma News 


POLICIAL SINDICALISTA É EXONERADO DO GOVERNO FÁTIMA BEZERRA DO PT, O MESMO DEFENDIA "LULA LIVRE" E DIREITOS HUMANOS




No vídeo divulgado pela organização "Polícia Antifascista" durante protestos no Midway Mall (Natal), Pedro "Che" se apresenta como "policial antifascista", critica o judiciário e também o "modelo conservador da polícia".

Fica a pergunta: no que se transformou o sindicalismo?

Policiais estão entre as categorias mais prejudicadas pelo governo estadual, atualmente. O que se comenta nos bastidores é que suas representações sindicais e associativas "não são de briga". Inclusive, há casos de "chegados" em cargos comissionados.

Em outro vídeo, gravado no mesmo período e local, manifestantes pedem o fim da polícia militar e gritam "Marielle Presente". Tudo isso em volta de uma viatura policial de serviço que garantia a segurança dos próprios manifestantes.

Assista!




MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA AUTORIZOU A INSTALAÇÃO DE UM PARQUE EÓLICO NA CIDADE DE PEDRA PRETA/RN.



O Ministério de Minas e Energia autorizou a instalação de um novo parque eólico no Rio Grande do Norte. A estrutura de produção de energia elétrica, com capacidade total de 29,4 mil kilowatt (kW), será construída no município de Pedra Preta. O início das operações está previsto para 2023.

A nova unidade será construída pela empresa Central Eólica Jerusalém I, de São Paulo, e será constituída por sete unidades geradoras de 4.200 kW.

O novo parque será denominado de Jerusalém I, constituído a partir de uma subestação elevadora de 34,5/230 kV, além de uma linha em 230 kV, com cerca de quarenta e cinco quilômetros de extensão, em circuito simples, interligando a subestação elevadora à subestação João Câmara III, de responsabilidade da Empresa Transmissora Agreste Potiguar (Etap).


domingo, 27 de janeiro de 2019

O BOLSA-FAMÍLIA NA GESTÃO BOLSONARO



Por Erick, O Caçador

Os críticos do então Deputado Jair Bolsonaro o cumularam de injúrias e calúnias. Segundo as intrigas da oposição, o homem era ruim: de estuprador a nazista, foi desqualificado sistematicamente. Só não lhe chamaram de corrupto!

Do candidato Jair Bolsonaro, também falaram um rol de mentiras: que ia fazer uma ditadura, que o mercado internacional ia fugir de um tal gestor, que ia acabar com o bolsa-família... Foi a eleição das fake news, das quais Bolsonaro foi o principal alvo.

Contudo, o "Mito"" venceu, contrariando as esperanças de Facções Criminosas, partidos de esquerda, escória "empoderada" e etcetera. A gasolina baixa de preço, as bolsas de valores batem recordes de alta, pronta intervenção federal acontece na segurança pública do Ceará governado pelo PT, o governo federal age com rapidez e eficiência no desastre de Brumadinho/MG. E o bolsa-família...

... Para rasgar a boca suja dos mentirosos de sempre, o Governo Bolsonaro concedeu aumento no valor da bolsa e, mais ainda, instituiu o 13° da bolsa! Aí, até o eleitor de Bolsonaro estranha: " mas o homem não era contra?!" - Eis a questão... Bolsonaro nunca foi contra auxiliar a família necessitada e, sim, sempre falou de combater o desvio de dinheiro público através de "esquemas" envolvendo programas sociais ( tipo de corrupção que é marca registrada da esquerda brasileira). 

Mas, e aí? 

Ao melhorar essa tão polêmica bolsa, que o PT fez virar sinônimo de "sustento de vagabundos", Bolsonaro não estaria traindo os ideais de campanha eleitoral?

No final do primeiro mês do Governo Bolsonaro, quem está no programa bolsa-família sem realmente precisar, vem recebendo um bilhetinho, no momento em que tenta sacar o dinheiro (o qual não é pago). 

Em certa agência bancária, o beneficiário se irritou, amassou o papelzinho e jogou fora. Resmungou "maldito Bolsonaro" e saiu contrariado. Daí um curioso, querendo saber o que dizia o tal recibo, o apanhou do chão e leu. 

A fotografia desse recibo ilustra o presente artigo. Leia-o! É um retrato do fim da mamata com dinheiro público, de fins eleitoreiros, disfarçada como "ajuda aos mais humildes". É melhor Jair se acostumando... 

Erick Guerra, O Caçador

sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

URGENTE: PRESIDENTE JAIR BOLSONARO PEDE PARA MOURÃO ASSINAR DECRETO QUE CORTA 100% DAS VERBAS PARA MÍDIAS DE INTERNET E TV


General que ocupa o posto de Presidente da República, já que Bolsonaro está na Suiça, decretou na tarde desta quarta-feira o corte total de toda a verba governamental que é destinada aos canais de TV e mídia em geral.

A decisão veio após os ataques em massa que o Governo vem sofrendo com as acusações infundadas contra o senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente. A tentativa covarde de tentar relacionar o assassinato da vereadora Marielle Franco ao senador foi a gota d’água.

Segundo informações extra-oficiais, Bolsonaro ligou para Mourão e ordenou a assinatura do decreto que elimina totalmente a destinação de verbas públicas para a mídia.

Com essa decisão, alguns jornais como Folha de S. Paulo, Estadão, GloboNews e O Globo podem decretar falência em alguns dias. A Rede Globo também será drasticamente afetada com o decreto, perdendo cerca de 40% do seu orçamento total, o que claramente resultará na demissão de artistas e apresentadores.

O decreto estabelece que nenhuma mídia de TV ou internet deverá receber apoio financeiro por meio do dinheiro público, sendo obrigadas a se sustentarem com a venda de assinaturas ou contratos com patrocinadores, tonando-as assim independentes, como sempre deveriam ser.

Fonte: Congresso em foco 

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

UM "INFILTRADO" PETISTA NA COMITIVA PRESIDENCIAL QUE ACOMPANHA JAIR BOLSONARO, O ASSESSOR DE IMPRENSA DA EQUIPE



Reportagem da Veja mostra que Tiago Pereira Gonçalves, assessor de imprensa da comitiva de Jair Bolsonaro em Davos, já trabalhou para o petista Vicente Cândido e fez campanha aberta contra Bolsonaro nas eleições.

Foi Gonçalves que, ontem, alegou que o presidente cancelou uma entrevista coletiva devido ao “comportamento antiprofissional” da imprensa.

Em suas redes sociais, nas quais se assina “Tiago Pegon”, o assessor já compartilhou mensagem chamando Bolsonaro de “extrema direita” e o novo governo de “neofascista”.

Também escreveu que apenas a “escória” apoiava o atual presidente, atacou Eduardo Bolsonaro e sugeriu a “interdição psíquica” de Janaina Paschoal.

Pelo visto, a “despetização” proposta por Onyx Lorenzoni não está funcionando muito bem.






Fonte: O Antagonista

FLAGRANTE: PROCURADOR EDUARDO GUSSEM DO MPRJ É FLAGRADO EM RESTAURANTE COM JORNALISTA DA GLOBONEWS



Chefe do MPRJ é flagrado com jornalista Otávio Guedes da Globo News. A foto foi feita no restaurante Lorenzo Bistrô, Rio de Janeiro. Na foto, os dois aparece conversando, enquanto o jornalista faz anotações, na frente aparece uma terceira pessoa ainda não identificada.

O MPRJ é o órgão responsável investigar e colher informações do COAF referente às transações financeiras que envolve 27 deputados estaduais do Rio de Janeiro, incluindo Flávio Bolsonaro, filho do atual presidente.



quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

EM UM JANTAR COM EMPRESÁRIOS E INVESTIDORES, O PRESIDENTE JAIR BOLSONARO FOI INFORMADO QUE US$ 23 TRILHÕES EM DÓLARES PODE SER INVESTIDOS NO BRASIL



Em Davos, o presidente Jair Bolsonaro participou de jantar com empresários que participam do Fórum Econômico Mundial. Em discurso, o presidente disse que seu governo sabe o precisa ser feito para mudar o Brasil, citando a reforma da Previdência, e que tem confiança nos investidores internacionais.

“Minha equipe sabe o dever de casa que tem que ser feito e esperamos obter esse apoio do Parlamento”, disse Bolsonaro. “Minha confiança nos senhores é muito grande e sei da minha responsabilidade”, acrescentou em vídeo publicado em sua conta pessoal do Twitter.



Bolsonaro afirmou que os contratos serão respeitados e que buscará restabelecer a confiança dos investidores internacionais com o Brasil.

O presidente iniciou o discurso dizendo que foi informado que na sala estava o equivalente a US$ 23 trilhões e fez uma brincadeira: “O Brasil só precisa de 10% disso [US$ 23 trilhões]”, brincou.

Mais cedo, Bolsonaro fez discurso na abertura do Fórum Econômico Mundial e reafirmou os compromissos de campanha. Ele destacou a determinação de abrir a economia, atrair investidores, fazer reformas, diminuir o peso do Estado e combater a corrupção. “Representamos um ponto de inflexão.”


Fonte: Money Times

terça-feira, 22 de janeiro de 2019

JAIR BOLSONARO VIAJA COM COMITIVA DE 11 PESSOAS ENQUANTO EM 2014 DILMA VIAJOU COM 200 PESSOAS E PAGOU DIÁRIAS EQUIVALENTES A 36 SALÁRIOS MÍNIMOS

Presidente Jair Bolsonaro em Restaurante Popular


A imprensa brasileira agora passou a noticiar e questionar o Presidente Jair Bolsonaro que está participando do Fórum Econômico Mundial em Davos (Suíça), por ter almoçado sozinho em um restaurante popular de um supermercado, chegando a esnobar os trabalhadores do local chamado-os de pessoas do "baixo clero", conforme trecho escrito pelo "Estadão". 

Até parece que o Bolsonaro cometeu um grave crime, quando optou por poupar o cartão corporativo da Presidência da República e fazer uma simples refeição em um ambiente simples e acolhedor, longe dos luxuosos pratos, gastos e despesas que as administrações anteriores.





Bolsonaro viajou para o Fórum Econômico Mundial com uma comitiva de 11 pessoas ao todo, sendo eles: Ministro Paulo Guedes da Economia, das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, e do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno. 

Ainda foram juntos o Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), deputado reeleito e filho do presidente, também está no grupo, assim como o representante permanente do Brasil junto à Organização Mundial do Comércio (OMC), Alexandre Parola, o presidente da Apex Brasil, Mario Vilalva, o secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia, Marcos Troyjo, e o secretário de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, Roberto Castelo Branco Coelho de Souza. 

Fizemos uma pesquisa para compararmos as viagens das comitivas do atual presidente do Brasil Jair Bolsonaro com a equipe da ex-presidente do país Dilma Rousseff e chegamos a conclusão: que diferença gritante.

Em 2014 Dilma Rousseff levou para Zurique (Suíça) uma comitiva com 200 pessoas. Toda comitiva ficou hospedada em Lisboa, Portugal. Dilma e sua comitiva ocuparam "30 quartos dos hotéis Ritz e Tivoli. A presidente se hospedou em uma suíte presidencial do Ritz, ao custo de 8 mil euros por dia, o equivalente a R$ 26,2 mil" equivalente na época a 36 salários mínimos. No total, toda comitiva ocupou 45 quartos do hotel

Nessa viagem, a presidente do Brasil abriu mão de se hospedar na embaixada brasileira em Lisboa para se hospedar com sua comitiva em um dos hotéis mais caros de Portugal, o Ritz Four Seasons, inaugurado há 54 anos pelo Rei Humberto de Itália e os príncipes de Saboia. 

O caso teve uma grande repercussão e houve abertura de inquérito para apurar os gastos feitos pelo governo brasileiro na época. O caso ficou sendo tratado em silêncio "como segredo de estado" e o jantar conhecido como "O jantar do Barulho".

A imprensa brasileira está alardeando os acontecimentos ocorridos no país nos últimos dias e faz uma zorra com o fato do atual presidente ter escolhido fazer suas refeições em um local simples. Mas, essa mesma mídia sequer consegue fazer uma comparação dos gastos do governo anterior com o atual e disponibiliza para mostrar a disparidade dos gastos, preferem fazer sensacionalismo ao invés de fazer um jornalismo sério.

HÁ 40 ANOS, O EX-PRESIDENTE LULA DAVA ENTREVISTA PARA REVISTA PLAYBOY EDIÇÃO 48 E FRISAVA. "O HITLER, MESMO ERRADO, TINHA AQUILO QUE EU ADMIRO NUM HOMEM". LULA ERA FÃ DE GOVERNOS SANGUINÁRIOS.

Ex-presidente Lula

Preste a completar 40 anos de uma das entrevistas mais polemicas do Brasil dada por Luís Inicio Lula da Silva, iremos relembrar os trechos "polêmicos" da mesma, concedida a Revista Playboy, edição 48 de 1979.

Na entrevista dada a revista playboy, nomes ditadores sanguinários que foram capazes de dizimar milhões de pessoas do mundo através de suas ideologias, foram soados como "orgulho e admiração" pelo ex-presidente Lula, nomes como o "Guerrilheiro Che Guevara", o Ditador "Mao Tse-Tung" um dos mais sanguinários que o mundo já viu, o ditador alemão e o mais famoso de todos, o qual usava câmaras de gás para fazer massacre em "massa", "Adolf Hitler" este por sua vez foi capaz de matar 6 milhões de judeus conforme conta a história. Lula ainda citou o seu padrinho e amigo pessoal "Fidel Castro", amigos de longas datas e de guerrilhas. Um outro nome pouco conhecido de muitos foi o do ditador do Irã "Ruhollah Khomeini", líder religioso que usava a sua religião para espalhar sangue pelo mundo. 

Estes eram e são os "heróis, a inspiração e o exemplo" de pessoas que o ex-presidente do Brasil admirava por sua coragem de tomar o poder e exercer sua tirania em cima do seu próprio povo.


(…)Playboy – Há alguma figura de renome que tenha inspirado você? Alguém de agora ou do passado?

Lula [pensa um pouco]- Há algumas figuras que eu admiro muito, sem contar o nosso Tiradentes e outros que fizeram muito pela independência do Brasil (…). Um cara que me emociona muito é o Gandhi (…). Outro que eu admiro muito é o Che Guevara, que se dedicou inteiramente à sua causa. Essa dedicação é que me faz admirar um homem.

Playboy – A ação e a ideologia?

Lula – Não está em jogo a ideologia, o que ele pensava, mas a atitude, a dedicação. Se todo mundo desse um pouco de si como eles, as coisas não andariam como andam no mundo. (…)

Playboy – Alguém mais que você admira?

Lula [pausa, olhando as paredes] - O Mao Tse-Tung também lutou por aquilo que achava certo, lutou para transformar alguma coisa.

Playboy – Diga mais…

Lula – Por exemplo… O Hitler, mesmo errado, tinha aquilo que eu admiro num homem, o fogo de se propor a fazer alguma coisa e tentar fazer.

Playboy – Quer dizer que você admira o Adolfo?

Lula – [enfático] Não, não. O que eu admiro é a disposição, a força, a dedicação. É diferente de admirar as idéias dele, a ideologia dele.

Playboy – E entre os vivos?

Lula [pensando] – O Fidel Castro, que também se dedicou a uma causa e lutou contra tudo.

Playboy – Mais.

Lula – Khomeini. Eu não conheço muito a coisa sobre o Irã, mas a força que o Khomeini mostrou, a determinação de acabar com aquele regime do Xá foi um negócio sério.

Playboy – As pessoas que você disse que admira derrubaram ou ajudaram a derrubar governos. Mera coincidência?

Lula [rápido] – Não, não é mera coincidência, não. É que todos eles estavam ao lado dos menos favorecidos.

Playboy – No novo Irã, já foram mortas centenas de pessoas. Isso não abala a sua admiração pelo Khomeini?

Lula – É um grande erro… (…) Ninguém pode ter a pretensão de governar sem oposição. E ninguém tem o direito de matar ninguém. Nós precisamos aprender a conviver com quem é contra a gene, com quem quer derrubar a gente. (…) É preciso fazer alguma coisa para ganhar mais adeptos, não se preocupar com a minoria descontente, mas se importar com a maioria dos contentes.

A referência a Hitler se presta a uma ironia sinistra: “O Hitler, mesmo errado, tinha aquilo que eu admiro num homem, o fogo de se propor a fazer alguma coisa e tentar fazer”. Sem dúvida, o homem era o senhor do fogo…

Lula mudou? Digamos que alguns facínoras foram acrescentados à sua galeria: Ahmadinejad, Khadafi, Omar Hassan Ahmad al-Bashir (o genocida do Sudão)… Fidel, bem…, a múmia, rejeitada até pelo diabo, continua objeto de culto…

De todas as admirações, esta que diz pouco se importar com ideologia é, sem dúvida, a mais perigosa. Afinal, 40 anos depois daquela entrevista, indagado se não se incomodava em receber Ahmadinejad, que nega o holocausto dos judeus, promovido por Hitler – aquele que “tinha o fogo de se propor a fazer alguma coisa”, Lula respondeu:

“Muito pelo contrário. Não estou preocupado com judeus nem com árabes. Estou preocupado com a relação do estado brasileiro com o estado iraniano. Temos uma relação comercial, queremos ter uma relação política”.

O sindicalista, como se vê, era mesmo o pai do presidente.


Confira a matéria em PDF.















Links




segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

"THE GOOD DOCTOR" DA VIDA REAL, ENÃ REZENDE, O JOVEM "AUTISTA" QUE SE FORMOU EM MEDICINA E EXERCERÁ A FUNÇÃO NO EXERCITO BRASILEIRO

Na universidade, Enã era tido como aluno exemplar - não reprovou em nenhuma disciplina

No salão de eventos de um prédio de Cuiabá (MT), os balões dourados formam o primeiro nome de Enã Rezende, de 26 anos. No lugar, há itens como chinelos e camisas em homenagem ao rapaz, que colou grau na terça-feira (15). A família não poupou esforços para comemorar a formatura do jovem no curso de medicina.

'Sempre soube que teria de lutar mais que os outros para conquistar meus objetivos', diz Enã Rezende

É um dos períodos mais felizes para a mãe dele, a psicóloga Érica Rezende, 46.

"Tem passado um filme diante de mim sobre tudo o que vivemos", conta à BBC News Brasil.

Para ela, que há quase 20 anos ouviu de uma professora de Enã que o garoto não conseguiria ser alfabetizado, ver o filho concluir o ensino superior é uma emoção que não consegue descrever.

Na manhã de quinta (17), quando visitamos Enã e os familiares, eles se preparavam para um jantar que aconteceria no período da noite, em homenagem aos formandos em medicina. Foi o terceiro evento em comemoração à conclusão de curso da turma. Na noite anterior, houve uma cerimônia religiosa.

"Na colação de grau dele, fiquei em choque, sem expressar muita emoção, porque estava me lembrando de tudo o que vivemos desde que ele era pequeno. Mas ontem, no culto ecumênico, não aguentei e chorei bastante", revela Érica.

Enã é autista. Desde a mais tenra idade, enfrentou preconceito e sofreu bullying por conta de suas características. Em razão das ofensas que ouvia de colegas, ele afirma que costumava se sentir inferior. O jovem conta que a conclusão do curso de medicina é também uma forma de provar para si que é capaz.

"Eu dizia para mim: tenho que vencer na vida e mostrar que está todo mundo errado. Sempre soube que teria de lutar mais que os outros para conquistar meus objetivos", diz o rapaz, de fala mansa e poucos gestos.

O Transtorno do Espectro Autista (TEA), popularmente conhecido como autismo, é uma desordem complexa do desenvolvimento cerebral. Ele se caracteriza por dificuldades na socialização e comunicação, além de padrões de comportamentos considerados repetitivos, como ações semelhantes em curto espaço de tempo.

Segundo estudo feito por cientistas americanos, a estimativa é de que, aproximadamente, uma a cada 59 crianças têm alguma característica do TEA.

A infância

Quando Enã tinha pouco mais de um ano de vida, os pais começaram a perceber que o garoto possuía características diferentes das demais crianças de sua idade.

Quando entrou para a escola, Enã enfrentou preconceito e bullying por causa de sua condição

"Uma das primeiras coisas que percebemos foi a dificuldade na fala. Ele não articulava bem as palavras. Além disso, ele também tinha dificuldades de compreensão e não conseguia olhar nos olhos. Em contrapartida, tudo o que eu ensinava, ele aprendia na primeira vez", relembra Érica.

Aos dois anos, Enã foi diagnosticado com psicose infantil, relacionada a dificuldades no desenvolvimento da criança e hoje mais associada à esquizofrenia. Érica cursava psicologia e considerava que o diagnóstico não se enquadrava no caso do filho.

"Desde o início, sempre soube que era uma informação errônea. A psicose poderia ser muito próxima do autismo, mas não era o caso do meu filho. Sempre imaginei que ele tivesse autismo. O diagnóstico é difícil até hoje. Duas décadas atrás era mais complicado ainda", diz.

O garoto passou a receber acompanhamento psicológico e fonoaudiológico para ter melhor desenvolvimento.

Anos mais tarde, no início da vida escolar, Enã passou a sofrer bullying em razão de suas características.

"Mesmo com acompanhamento fonoaudiológico, eu tinha muita dificuldade de fala. As pessoas não me entendiam direito. Além disso, eu também era desengonçado", diz o jovem.

"As pessoas riam dele. Mas acho que ele não notava isso", completa Érica.

"Eu notava, sim, mas não comentava", diz o médico, em seguida.

Érica relata que as pessoas costumavam perguntar sobre o motivo das dificuldades de fala e de interação do filho.

"Eu achava psicose infantil um diagnóstico muito confuso. Então falava apenas que ele era um pouco diferente", conta a psicóloga.

Na época, Enã se questionava sobre o fato de as pessoas o acharem diferente.

"Eu explicava a situação para ele, de uma maneira mais simples e leve, para que ele pudesse entender", conta a mãe.

Aos sete anos, enquanto estava na fase de alfabetização, uma professora de Enã chamou a mãe dele para conversar. A mulher informou que o garoto tinha dificuldades extremas e não conseguiria ser alfabetizado.

"Então, eu mudei ele de escola. Além disso, uma tia dele, que é uma exímia educadora, passou a ensiná-lo e logo o meu filho foi alfabetizado", conta Érica.

O sonho de cursar medicina

Ainda na infância, Enã sofreu uma grande perda. Ele tinha sete anos quando o pai morreu em um acidente de carro.

A morte do pai em acidente do carro, quando Enã tinha sete anos, despertou interesse pela medicina

"Eu ficava me perguntando sobre o motivo de isso ter acontecido com ele. Foi muito triste", relembra.

Com a perda do marido, Érica e os dois filhos, o mais novo tinha seis meses, se mudaram de Jales (SP), onde viviam, para Rondonópolis (MT), cidade natal dela.

Desde a morte do pai, Enã costumava perguntar com frequência sobre o acidente do pai, que, durante a colisão, teve traumatismo cranioencefálico e não resistiu.

"Eu ficava questionando minha mãe sobre como tinha ficado a cabeça dele. Ela até comprou um esqueleto para me explicar. Não era uma curiosidade normal para uma criança, mas isso me interessava", comenta.

Foi justamente o interesse em saber como o pai havia ficado após o acidente que fez com que Enã se encantasse pela medicina.

"Costumo dizer que isso foi o embrião para que eu decidisse seguir na área da saúde", frisa.

A influência do acidente do pai foi tamanha que ele planeja se especializar em neurocirurgia.

"Espero que eu possa salvar as vidas de outros pais. A do meu pai não pôde ser salva, mas quero impedir que outras crianças fiquem sem pai", relata.

A ausência paterna, ele revela, foi uma das coisas que mais o marcaram ao longo da vida.

"Na adolescência, sempre perguntava aos meus amigos como era a experiência de ter um pai acompanhando o seu crescimento."

"Alguns médicos me disseram que não revelam que são autistas por medo do preconceito'

Com o objetivo de cursar medicina, Enã se mudou de Rondonópolis para a capital mato-grossense, quando estava no terceiro ano do ensino médio. Em Cuiabá, morou na casa de uma tia, depois foi morar sozinho e passou a ser mais independente. Ele aprendeu a dirigir e trafegava com frequência pelas rodovias de Mato Grosso para visitar a família no interior do Estado.

Sobre o autismo

Só quando estava com 19 anos é que Enã foi diagnosticado com autismo. Anos antes, a irmã caçula dele, filha do segundo casamento de Érica, havia sido diagnosticada com o transtorno em nível severo. A psicóloga levou o filho para uma consulta com a psiquiatra que havia atendido a caçula. A médica fez exames no jovem, que também foi diagnosticado com TEA.

Érica explica que somente o filho do meio, de 23 anos, não é autista.
"Não sei explicar o motivo de dois dos meus filhos serem assim. Já gastei muito com exames, para tentar descobrir, mas desisti, porque não há nada conclusivo para justificar isso", comenta.

Os estudos feitos sobre autismo apontam que a genética é um importante fator para o transtorno, mas o ambiente - como alterações na gestação ou no parto - também pode influenciar. As investigações sobre o tema ainda não são conclusivas.

O autismo é dividido em três níveis: leve (exige apoio), moderado (precisa de apoio substancial) e grave (exige apoio muito substancial). A classificação acontece conforme a gravidade dos sintomas em relação à comunicação e aos comportamentos.

O psiquiatra Caio Borba Casella explica que a diferença de grau do autismo é que vai definir o modo como será conduzida a vida do indivíduo.

A irmã caçula de Enã, filha do segundo casamento da mãe, também foi diagnosticada com autismo

"Os quadros mais graves costumam vir junto com deficiência intelectual, então essas pessoas vão precisar de muito apoio ao longo da vida e não vão ser totalmente independentes. Pessoas com quadros mais leves podem ter uma vida normal. Talvez precisem de ajuda ao longo do desenvolvimento, como a ajuda de um psicólogo no aprendizado ou na socialização, mas poderão viver de modo independente", diz.

Enã foi diagnosticado com Síndrome de Asperger, hoje considerada autismo em grau leve. Ele conta que ficou "feliz e triste" ao receber o diagnóstico.

"Fiquei feliz porque fui ler a respeito e realmente senti que me encaixava naquelas características. Isso me deixou aliviado, porque vi que o fato de eu ser assim tem um nome. Mas fiquei triste porque vi que é uma condição neurológica irreversível. Por algum tempo, tive preconceito contra mim mesmo. Mas essa fase já passou, hoje lido muito bem com isso", declara.

A irmã dele, com 12 anos, tem o transtorno no nível mais grave.

"Ela sempre precisa de ajuda. É um desafio grande pra gente, mas é maravilhoso. Minha irmã é muito querida e amorosa. O fato de ela ser autista não muda nada."

Ao comentar sobre a irmã, Enã enfatiza que o maior problema enfrentado por autistas é o preconceito. O jovem conta que, assim como ele, a caçula também sofre com a situação.

'O preconceito contra ela é ainda mais forte', diz Enã sobre a irmã de 12 anos, que sofre de autismo severo

"O preconceito contra ela é ainda mais forte. O que mexe comigo é quando as pessoas olham feio quando ela faz algum gesto ou dá um grito. Eu queria que parassem de olhar assim para ela. Fico muito chateado com essa situação."

Em razão do preconceito que viu os dois filhos sofrerem ao longo da vida, Érica criou, no fim de 2016, um projeto social no qual vai a escolas para dar palestras de conscientização sobre o autismo.

"Passei a perceber que talvez nem tudo fosse preconceito. Poderia ser apenas falta de informação", diz.

Todas as sextas-feiras, a psicóloga passa o dia indo a unidades de ensino e outros lugares, como hospitais, para falar sobre o tema.

"Acredito que mais de 15 mil pessoas já assistiram às minhas apresentações e passaram a entender melhor o assunto", afirma.

A universidade

No fim de 2012, Enã foi aprovado para medicina da Universidade de Cuiabá (Unic). Ele começou o curso no início do ano seguinte. O rapaz revela que ficou feliz com o começo do curso, porém temia que fosse encontrar grandes empecilhos.

"Uma das dificuldades do autista é na comunicação. O meu maior medo era lidar com os pacientes, porque tenho dificuldade de olhar nos olhos das pessoas, por conta do autismo. Eu venci esse temor quando comecei a fazer atendimentos", ressalta.

Coordenadora do curso de medicina da Unic, a endocrinologista Denise Dotta conta que somente ficou sabendo do transtorno de Enã no segundo ano em que o jovem estava na universidade.

"Quando a mãe dele nos apresentou os exames e conversou com a gente, passamos a dar uma atenção especial. Ele nunca teve problema de aprendizagem. A dificuldade dele era nos relacionamentos, na integração com as outras pessoas da turma."

Na universidade, Enã era tido como aluno exemplar - não reprovou em nenhuma disciplina

"O Enã é uma pessoa extremamente inteligente, mas por conta dessa dificuldade de interação, acabava ficando mais isolado. Então, passamos a tomar iniciativas, junto com professores e os próprios colegas, para que ele fosse colocado em grupos e tudo isso o ajudou na inserção social", conta à BBC News Brasil.

Na universidade, Enã era tido como aluno exemplar. O rapaz não reprovou em nenhuma disciplina. Ele costumava ajudar os colegas da sala em que estudava e chegou a ser monitor no curso, para auxiliar alunos de outras turmas.

O curso superior foi financiado por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (FIES). O jovem deverá começar a pagar a partir do próximo ano.

Em meados de 2017, Enã fez uma publicação nas redes sociais na qual, pela primeira vez, falou abertamente sobre o fato de ser autista. Ele recebeu apoio de colegas e conhecidos. O caso repercutiu e ele foi chamado para participar de programas de televisão. Depois de relatar sua história, conta que leu comentários ofensivos na internet.

"Algumas pessoas me disseram que nunca se consultariam com um médico autista. Isso é puro preconceito", lamenta.

Ele ressalta que tais críticas demonstram desconhecimento sobre o tema.

"Se uma pessoa não quiser ser ajudada por um médico somente por ele ser autista, ela que sairá perdendo. O autista é uma pessoa extremamente focada, que vai lutar com unhas e dentes para ajudar. Eu tenho a mesma capacidade que qualquer médico", assevera.

O futuro

Um dos momentos mais aguardados por Enã era a colação de grau. Para ele, a cerimônia de finalização de curso parecia um sonho "maluco e maravilhoso".

A família de Enã customizou itens, como chinelos, para homenagear o jovem nos eventos de formatura

"Fiquei um pouco nervoso na hora, mas depois foi um alívio. É importante lembrar que tenho uma grande responsabilidade pela frente por ser médico, sendo autista ou não."

Ele ressalta que não é o primeiro autista a se formar no Brasil. Segundo o jovem, outros profissionais que possuem o mesmo transtorno entraram em contato com ele após descobrir a história de Enã nas redes sociais.

"Alguns médicos me disseram que não revelam que são autistas por medo do preconceito", diz.

No início de fevereiro, ele vai começar a trabalhar em uma unidade do Exército, em Rondonópolis.

A família não poupou esforços para comemorar a formatura do jovem no curso de medicina

"Todo médico recém-formado precisa se apresentar para o Exército. Quando foi a minha vez, disse que tinha interesse em prestar serviços como médico e eles me aceitaram", comenta.

Enã passará um ano trabalhando no local. Em 2020, ele planeja iniciar a especialização em neurologia.

Ao fim da entrevista, o médico diz que tem algo importante a dizer e pede para mandar um recado para outros autistas.

"Eu sei que para alguns, as percepções podem ser difíceis. Vocês vão ter dificuldades, mas nunca incapacidades. Se vocês têm um sonho, corram atrás dele. Não desistam", diz.

Fonte: BBC Brasil