Total de visualizações de página

terça-feira, 22 de setembro de 2020

Fábio Faria agradece potiguares pela lembrança na pesquisa para o Senado 2022






 O ministro das Comunicações e deputado federal Fábio Faria lidera a corrida para a cadeira no Senado 2022. É o que aponta a pesquisa do instituto Seta, divulgada nesta terça-feira (22), com exclusividade, pelo Blog do BG.

Fábio Faria (PSD) aparece na preferência dos natalenses com 20,9% das intenções de voto.

O segundo lugar aparece com 15,5% e o terceiro com 3,8% das intenções de voto.

“Agradeço aos potiguares pela confiança e pela lembrança na pesquisa para o Senado. 2022 ainda está longe e o meu único foco agora é na missão de ajudar o governo do Presidente Jair Bolsonaro, para que as pessoas tenham a percepção e reconheçam as grandes realizações que estão sendo feitas.”

No levantamento foram ouvidos 1000 eleitores de Natal, entre os dias 17 e 18 de setembro. Um dos maiores números de entrevistados de todas as pesquisas já realizadas na capital potiguar, registrada na Justiça Eleitoral sob o protocolo RN-09489/2020.


CONTROLE DA ESQUERDA: Fátima Bezerra (PT) já repassou mais de 11,5 milhões aos principais Sindicatos do RN

 



A governadora petista Fátima Boku’s Bezerra, que não se enquadrou dentro das normas da Reforma Trabalhista, já repassou até o mês de agosto/20 aos principais Sindicatos do Estado, que são na maioria controlados por partidos da esquerda a quantia de mais de R$ 11,5 milhões, conforme dados abaixo:

Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública do RN – R$ 5.870.839,18

Sindicato dos Servidores em Saúde do RN – R$ 1.635.252,48

Sindicato dos Trabalhadores do Serviço da Administração Direta do RN – R$ 949.494,80

Sindicato dos Auditores Fiscais do RN – R$ 862.597,06

Sindicato dos Servidores da Administração Indireta do RN – R$ 847.790,70

Sindicato dos Médicos – R$ 758.416,36

Sindicato dos Agentes Penitenciários do RN – R$ 441.314,10

Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município de Natal – R$ 158.987,12.


ROBSON PIRES


A PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR...O Dia da Lésbica criado por Fátima GD é feriado?



A governadora Fátima Bezerra não tem mais o que inventar. Hoje (22) ela entrou para a história do RN. Conforme já publicamos em nota mais abaixo Fátima sanciona lei que cria no RN o “Dia estadual de Visibilidade Lésbica”. Dia da Lésbica… sapatão… grelo duro … como queiram… Será no dia 29 de agosto.

Eu pergunto. É feriado? E somente uma pergunta.

ROBSON PIRES

CORONEL HÉLIO RECEBE APOIO DA DEPUTADA CONSERVADORA BIA KICIS!

 



A Deputada Federal Bia Kicis e o Deputado Federal, General Girão, expressaram seu apoio aos pré-candidatos, Cel. Hélio Oliveira e Getúlio Batista, respectivamente, prefeito e vice, pelo PRTB. A Deputada falou que é muito importante que os natalenses abracem as políticas de preservação dos valores cristãos e de moralidade na condução da coisa pública.

COMENTÁRIO DE INTERNAUTA VIA REDES SOCIAS:

“O Cel. Hélio é, de fato e de direito, o nome que melhor representa a direita conservadora, um verdadeiro veterano na luta pela manutenção dos valores cristãos, por igualdade e justiça social, sabedor de que, para alcançar estes objetivos, é necessário guerrear, energicamente, contra a corrupção no poder público” .

Natal está muito bem representada, como admitem e apoiam os nobres legisladores da Câmara Federal.”

FONTE A TROMBETA

segunda-feira, 21 de setembro de 2020

RN: Reitor pro tempore emite mensagem à comunidade acadêmica

 



Na manhã desta segunda-feira dia( 21), o Reitor pro tempore do IFRN, Josué Moreira emitiu uma mensagem a toda comunidade acadêmica informando sobre o retorno do calendário escolar.

Segue abaixo a mensagem do Reitor: 


 "Prezados,

Com imensa alegria retornamos hoje nosso calendário com as atividades a serem realizadas para que de forma efetiva tenhamos proveito em um momento tão delicado o qual vivemos. Sabemos que foram meses de incertezas oriundas das mais diversas dúvidas que nossa Escola teve que enfrentar. Estamos vencendo, isso que é o mais importante.


O cenário o qual todas as instituições tiveram que passar fez com que as discussões para esse novo normal, de forma remota por enquanto, fossem aprofundadas nos diversos conselhos escolares, na participação dos servidores e sobretudo com a presença cativa dos pais que são um dos maiores interessados. Os campi, de forma positiva, tiveram sua contribuição nesse sentido, nas reuniões ocorridas de forma online e contribuindo com a melhor maneira de se fazer e corroborar a Educação como direito de todos e dever do Estado. Muito embora tenhamos que passar por uma adaptação rápida deste novo conceito de ensino, precisamos estar unidos, seja no zelo e na participação completa das atividades escolares. Nossos docentes estão, eu sei, ávidos para esse retorno, tão quanto nossos alunos, vocês que são nosso maior público, nosso maior objetivo.


Desejo a todos vocês, em nome da gestão atual, um excelente retorno. Que as ações daqui para frente sejam para que de forma gradual possamos recuperar o tempo que passou, implantando e solidificando o conhecimento, o ensino e a aprendizagem de todos, sem distinção." Frisou, o Reitor.


O calendário foi organizado de modo a possibilitar que se recupere o tempo perdido em razão da pandemia.  

A princípio, será de ambientação para alunos e professores. 

Os alunos irão ter 4h de aula no seu horário ( como deveria ser se fosse presencial) e mais 4h de aulas que ficará a critério do próprio estudante como vai fazer e em que horário melhor lhe convier. 

Somente dia 05 de Outubro é que começarão efetivamente às aulas.


Por: Quemuel Dias

4Poder


Justiça nega pedido para suspender aulas na rede privada de ensino de Natal

 


As aulas presenciais na rede privada de ensino da capital potiguar podem continuar, mas os efeitos e a exigência do termo que eximia a responsabilidade das instituições e do Poder Público em caso de contaminação dos alunos pelo novo coronavírus foi suspenso pela Justiça. A decisão foi do juiz Bruno Montenegro Ribeiro Dantas, da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal, e foi anunciada no final da manhã desta segunda-feira (21), atendendo parcialmente ao pedido feito pelo advogado Glauter Sena de Medeiros, que ingressou com uma Ação Popular solicitando a anulação do decreto da Prefeitura que autorizou a retomada das aulas presenciais das escolas particulares.

O Município tem o prazo de cinco dias cumprir a decisão, devendo publicá-la no Diário Oficial do Município, sob pena de multa diária, de R$ 10.000,00 (dez mil reais), a qual será suportada por cada um dos réus. Em sua decisão, o magistrado reforçou que o comando judicial lavrado na ocasião não encerra juízo de proibição quanto ao retorno gradual das aulas presenciais nas escolas da rede privada do município de Natal-RN, o que, além de contrariar o entendimento do juiz quanto à interferência do Poder Judiciário em matérias afetas às atribuições do Poder Executivo, extrapolaria, senão, os contornos da demanda.

Entretanto, ao suspender os efeitos do artigo do decreto que exigia dos pais a assinatura do termo para isentar a responsabilidade das escolas e do poder público em caso da manifestação da Covid-19 nos alunos, o juiz declarou que tal exigência viola, no fundo e na forma, a legislação consumerista e a Constituição de República. O magistrado assentou que a previsão de hipótese absoluta de irresponsabilidade para o fornecedor de serviços sepulta por terra a harmonização e a segurança das relações de consumo, uma vez que reverte ao consumidor o ônus inerente ao risco da atividade empreendida pelo fornecedor, o que não se pode admitir.

Com informações do Portal HD

Justiça nega pedido para suspender aulas na rede privada de ensino de Natal

 



As aulas presenciais na rede privada de ensino da capital potiguar podem continuar, mas os efeitos e a exigência do termo que eximia a responsabilidade das instituições e do Poder Público em caso de contaminação dos alunos pelo novo coronavírus foi suspenso pela Justiça. A decisão foi do juiz Bruno Montenegro Ribeiro Dantas, da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal, e foi anunciada no final da manhã desta segunda-feira (21), atendendo parcialmente ao pedido feito pelo advogado Glauter Sena de Medeiros, que ingressou com uma Ação Popular solicitando a anulação do decreto da Prefeitura que autorizou a retomada das aulas presenciais das escolas particulares.

O Município tem o prazo de cinco dias cumprir a decisão, devendo publicá-la no Diário Oficial do Município, sob pena de multa diária, de R$ 10.000,00 (dez mil reais), a qual será suportada por cada um dos réus. Em sua decisão, o magistrado reforçou que o comando judicial lavrado na ocasião não encerra juízo de proibição quanto ao retorno gradual das aulas presenciais nas escolas da rede privada do município de Natal-RN, o que, além de contrariar o entendimento do juiz quanto à interferência do Poder Judiciário em matérias afetas às atribuições do Poder Executivo, extrapolaria, senão, os contornos da demanda.

Entretanto, ao suspender os efeitos do artigo do decreto que exigia dos pais a assinatura do termo para isentar a responsabilidade das escolas e do poder público em caso da manifestação da Covid-19 nos alunos, o juiz declarou que tal exigência viola, no fundo e na forma, a legislação consumerista e a Constituição de República. O magistrado assentou que a previsão de hipótese absoluta de irresponsabilidade para o fornecedor de serviços sepulta por terra a harmonização e a segurança das relações de consumo, uma vez que reverte ao consumidor o ônus inerente ao risco da atividade empreendida pelo fornecedor, o que não se pode admitir.

Com informações do Portal HD